google-site-verification=uciuYF9RhOlFEJZrOLPnvJJBf0yMGbW6MiEwVIjIhjc
 
Sylocimol com Infravermelho
Sylocimol com Infravermelho

O Sylocimol com Infravermelho longo foi desenvolvido especialmente para ser utilizado no tratamento magnético e de liberação de energia na água consumida. O produto foi especialmente produzido com imãs orientados que promovem o fluxo de elétrons contínuo. O revestimento especial é feito com material resinado, apropriado para submersão em água potável, é capaz de emitir raios infravermelhos longos, um composto coloidal que libera energia. Isso acontece pela presença de metais titânio, alumínio e platina na composição do material. O trabalho conjunto do campo magnético e do infravermelho promove uma vibração capaz de proporcionar a quebra da dureza da água, atuando nas moléculas para desfazer os agrupamentos ou clusters que dificultam a circulação.

 

 

 

Esse movimento torna a absorção da água pelas células bem mais eficiente, melhorando a condução elétrica de nutrientes. Isso fortalece os tecidos que formam os órgãos e reduz o excsso de radicais livres no organismo, que é responsável por inúmeras doenças.

 

A importância principal do infravermelho longo em nossa saúde,está baseada em nossa produção natural, pois nossas células emitem e produzem essa energia e o sol nos ajuda a reabastecer essa frequência energética. As facilidades da vida moderna, tais como televisores, computadores, aparelhos de microondas e eletroeletrônicos, são sequestradores dessa frequência e assim, torna-se fundamental termos acesso à frequência do infravermelho longo, que é sem contraindicações e de resultado imediato, nos permitindo manter o nível energético equilibrado e consequentemente nosso corpo mais forte, jovem e saudável.

 

Embora ainda pouco divulgado, porém bastante utilizado na prevenção e nos cuidados com a saúde, o INFRAVERMELHO é a energia do sol a favor da nossa longevidade e bem-estar. Países como Alemanha, Japão, Estados Unidos, Canadá e a Europa já o utilizam com grandes benefícios, porém ainda sem divulgação massiva, mas com indicações de profissionais médicos, fisioterapeutas, quiropráticos, osteopatas, terapeutas etc.

 As ondas do infravermelho tem entre 4 e 14 mícrons, idênticas aos raios infravermelhos emitidos pelo sol entre 07:00 e 10:00h da manhã. Fundamental para manutenção da saúde. Esta descoberta recente é revolucionária, levando-se em consideração, que toda ação ou alteração bioquímica nos organismos vivos provêm de estímulos energéticos.

 

O infra vermelho é a reunião de 3 produtos principais: Platina, Titânio e Alumínio. Esses metais contém 99% de pureza e não são liberados na água. A união desses metais citados a mais 32 elementos, cria-se uma onda chamada ENERGIA VITAL

 

Infravermelho na água

 

A água corrente ao fim de 8:00hs , começa a formar clusters maiores aproximando os pequenos clusters naturais entre si, criando gigantescos aglomerados compostos. O método INFRAVERMELHO  ajuda a promover a quebra desses clusters, tornando a água muito mais saudável. Uma vez desintegrados os clusters, as moléculas da água na célula sangüínea se liberam, os poros ficam livres para captar toxinas encontradas ao longo das artérias e transportá-las até os rins, onde é promovida sua eliminação pelo sistema urinário, na volta traz nutrientes para as células e órgãos do corpo. Desfeitos os clusters, o sangue se torna menos viscoso e mais fluidificado facilitando o fluxo, mesmo quando há acúmulos de toxinas, conhecidas por trombos, que ao impedir o fluxo sanguíneo podem provocar o derrame e outros problemas.

 

Os benefícios da estimulação natural são reconhecidos cientificamente no Brasil e em diversos países do mundo (EUA – EUROPA – JAPÃO).

 

 

O INFRAVERMELHO não é remédio, não produz efeitos colaterais quaisquer, porém, pode ajudar de maneira eficaz na prevenção dos problemas de saúde, ajudar a reduzir o tempo de recuperação dos problemas e incômodos de saúde convencionais.

 

 

Os raios infravermelhos não são novidade na medicina. Eles já são usados em muitas aplicações médicas, pois tem a capacidade de penetrar de 4 a 5 cm no corpo humano produzindo calor que aumenta a circulação sanguínea, recuperando o tecido danificado e ativando as principais funções corporais.


Por ser composto essencialmente de água, sem a presença do infravermelhos moléculas de água se agrupam formando clusters, grandes moléculas de água e toxinas. Na presença do infravermelho esses clusters são quebrados facilitando a eliminação de toxinas. Conforme comprovado por pesquisa realizada na Universidade de Iowa nos EUA, em 2003. Além disso, pesquisadores japoneses informaram que o uso do infravermelho longo é antídoto contra os efeitos negativos tóxicos do calor emitido por fontes eletromagnéticas, como computador, celulares e outros.


Resultados  de pesquisas cientificas na Universidade de Cambridge – Grã-Bretanha já comprovaram que o infravermelho:
 Acelera o processo de renovação celular; Melhor crescimento e desenvolvimento das células vivas em seres humanos; Estimula a circulação do sangue e equilibra nosso metabolismo naturalmente; Colabora para a saída das toxinas que saem do corpo via urina e transpiração;