google-site-verification=uciuYF9RhOlFEJZrOLPnvJJBf0yMGbW6MiEwVIjIhjc
 

Água antioxidante

 

A aterosclerose é uma doença inflamatória crônica que apresenta formação de placas nas artérias (ateromas). Essas placas progressivamente vão aumentando de tamanho nas artérias e consequentemente diminuindo o calibre das mesmas, o que gera menor fluxo sanguíneo para o músculo cardíaco gerando falta de oxigênio, o que pode levar a angina (dor no peito de origem  cardíaca), infarto (morte do músculo cardíaco) e AVC (acidente

 vascular isquêmico), mais conhecido como derrame.

 

A aterosclerose é uma doença multifatorial (de diversas causas) da parede da artéria envolvendo acúmulo de gordura, morte celular, processos inflamatórios e trombogênicos.

Antigamente acreditava-se que o LDL (colesterol ruim) por si só causava as placas. Hoje se sabe que o LDL que se deposita nas placas de artérias é o LDL oxidado.  Portanto é necessário um estresse oxidativo que oxide o LDL para que ocorra a formação das placas (1-5).

 

Assim, o início da aterosclerose, infarto, angina e derrame ocorrem devido ao estresse oxidativo ao qual estamos submetidos. Todo o processo de inflamação que ocorre dentro das placas só ocorre após o LDL oxidado entrar na parede da artéria. Portanto agora se sabe que esta doença que era considerada principalmente inflamatória só ocorre após a instalação do estresse oxidativo, através da presença do LDL oxidado na parede das artérias.

 

Aí reside a importância da oxidação e do estresse oxidativo na doença que mais mata no mundo inteiro e a importância de se realizar prevenção com uma dieta adequada.

Para evitar o estresse oxidativo é necessário evitar alguns fatores ambientais que geram radicais livres que levam a oxidação. Existem diversas fontes de excesso de radicais livres, que são nocivas à nossa saúde, entre elas substâncias oxidantes presentes em alimentos e bebidas (aditivos químicos, conservantes, adoçantes, etc.).

 

Portanto, para quem quer levar uma vida saudável, com menores danos relacionados aos radicais livres, deve evitar líquidos e alimentos industrializados com aditivos químicos, conservantes e adoçantes e deve preferir alimentos naturais e a ingesta de água.

 

Mas qual água devo beber?

 

A maioria das águas ingeridas pelo Brasil afora tem potencial de oxirredução positivo, ou seja, são oxidantes. Pensando na sua saúde, pesquisadores no Brasil desenvolveram um filtro que reduz o potencial de oxirredução, tornando a sua água levemente antioxidante, protegendo o seu corpo dos danos dos radicais livres.

 

Além de ser antioxidante, a água ideal deve ser alcalina, ionizada, hidratante e magnesiana.